O Aírton é diferente | BACKWARD


Este texto foi inspirado nas desventuras amorosas do meu primo que assim como eu é um amante nato. Como o objetivo é constranger a mim mesmo informo a quem interessar que este texto foi escrito com a fonte de cor rosa era um dos texto que mais havia erros de ortografia. Para ilustrar havia um cover do Ramón Valdez com a camisa do Seu Madruga. Vai entender a cabeça de um adolescente tardio.


Na sala de aula, D e suas amigas faziam perguntas indiscretas sobre os garotos do tipo:
-Quem deles você acha que beija melhor, o M ou o T? Hi hi hi há há há!
No vai e vem de perguntas chegou uma garota, A, que perguntou:
- Você gosta do F?
- Gosto.
- Você gota do W?
- Acho bonitinho.
- Você gosta do A?
- Não
- E do Aírton
- Ah, o Aírton é diferente.

Diferente essa dúvida perseguiu Aírton por muito tempo , a angustia de não saber porque ele era diferente o assombrava. Até que um dia num encontro casual ( causado por um de seus primos, no caso EU) Aírton criando coragem perguntou:
- Olha D. eu tenho uma dúvida.
- E qual seria?
- Bom , é que um dia eu estava na sala e você e suas amigas estavam praticamente dando nota a cada moleque e eu queria saber porque você me acha DI...
- D!!! Vamos pra casa menina!- gritou a mãe de D.
- Tchau Aírton, amanhã a gente se fala.
- Tchau.
O amanhã nunca chegou e essa duvida o perseguiu pela restinho de adolescência, fase adulta e a velhice , onde morreu sem saber a resposta. 

19 de outubro de 2005 

COMPARTILHAR:

+1

O Aírton é diferente | BACKWARD


Este texto foi inspirado nas desventuras amorosas do meu primo que assim como eu é um amante nato. Como o objetivo é constranger a mim mesmo informo a quem interessar que este texto foi escrito com a fonte de cor rosa era um dos texto que mais havia erros de ortografia. Para ilustrar havia um cover do Ramón Valdez com a camisa do Seu Madruga. Vai entender a cabeça de um adolescente tardio.


Na sala de aula, D e suas amigas faziam perguntas indiscretas sobre os garotos do tipo:
-Quem deles você acha que beija melhor, o M ou o T? Hi hi hi há há há!
No vai e vem de perguntas chegou uma garota, A, que perguntou:
- Você gosta do F?
- Gosto.
- Você gota do W?
- Acho bonitinho.
- Você gosta do A?
- Não
- E do Aírton
- Ah, o Aírton é diferente.

Diferente essa dúvida perseguiu Aírton por muito tempo , a angustia de não saber porque ele era diferente o assombrava. Até que um dia num encontro casual ( causado por um de seus primos, no caso EU) Aírton criando coragem perguntou:
- Olha D. eu tenho uma dúvida.
- E qual seria?
- Bom , é que um dia eu estava na sala e você e suas amigas estavam praticamente dando nota a cada moleque e eu queria saber porque você me acha DI...
- D!!! Vamos pra casa menina!- gritou a mãe de D.
- Tchau Aírton, amanhã a gente se fala.
- Tchau.
O amanhã nunca chegou e essa duvida o perseguiu pela restinho de adolescência, fase adulta e a velhice , onde morreu sem saber a resposta. 

19 de outubro de 2005