Um carnaval


-->
Não sei se rio se choro, eu odeio o carnaval, vou trabalhar todos esses dias, estou de folga no dia do pagamento, minha bike foi pro saco, está um calor infernal, o ônibus demorou mais de uma hora, amanhã não será diferente, todos os dias as mesmas reclamações, sacolinha do supermercado, Lindenberg, Eloá, ai me voltam com aquele assunto chato de Bruno e Nardoni, ai tem carnaval, o povo todo pulando, fingindo ser alegre, acabou a corrupção acabou, a miséria e a pobreza, e é a hipocrisia que anda por ai vestida de colombina, quando não está em casa dizendo que não gosta de nada, minha insônia não me deixa nem pensar em dormir, mas amanhã a vida continua, eu tenho que acordar cedo,  sorrir para todos vocês e fingir que ainda acredito em deus.
COMPARTILHAR:

+1

Um carnaval


-->
Não sei se rio se choro, eu odeio o carnaval, vou trabalhar todos esses dias, estou de folga no dia do pagamento, minha bike foi pro saco, está um calor infernal, o ônibus demorou mais de uma hora, amanhã não será diferente, todos os dias as mesmas reclamações, sacolinha do supermercado, Lindenberg, Eloá, ai me voltam com aquele assunto chato de Bruno e Nardoni, ai tem carnaval, o povo todo pulando, fingindo ser alegre, acabou a corrupção acabou, a miséria e a pobreza, e é a hipocrisia que anda por ai vestida de colombina, quando não está em casa dizendo que não gosta de nada, minha insônia não me deixa nem pensar em dormir, mas amanhã a vida continua, eu tenho que acordar cedo,  sorrir para todos vocês e fingir que ainda acredito em deus.