Tevez. Será que vai rolar?

Depois de divulgar um artigo em que chamou o Corinthians de um clube pequeno, a rede americana CNN divulgou outro texto para explicar por que escreveu tal comentário.



Assinado novamente por Fareed Zakaria, o novo artigo afirma que foram enviados milhares de e-mails por torcedores enfurecidos com o uso do termo "pequeno" para descrever o Corinthians.

Ele justifica que, apesar do time ter uma grande torcida, o clube não possui a força econômica dos grandes clubes europeus. Mas que isso está sendo mudado, pois a equipe fechou patrocínios e aumentou o seu poderio financeiro.

No fim do artigo, o Corinthians ganha mais elogios. Diz que o clube é grande, com mais de cem anos de história, e envia votos de sucesso ao time.

No artigo que gerou a polêmica, Zakaria questionou se há um perigo de a economia brasileira superaquecer. Em dado momento, citou o interesse do Corinthians em contratar o atacante argentino Carlitos Tevez, do Manchester City, da Inglaterra, por aproximadamente R$ 90 milhões.

"Você se surpreenderia em saber quem está tentando contratar Tevez. Não são xeques ou oligarcas, mas um pequeno clube de São Paulo --Corinthians. Eles estão oferecendo U$ 55 milhões para comprar um astro do futebol. E isso é apenas a taxa para a transferência", dizia. Nesta terça, porém, o termo "pequeno" foi retirado do ar antes mesmo do novo artigo de Zakaria. Folha


A novela envolvendo Corinthians, Manchester City e Carlos Tevez ganhou mais um capítulo na noite desta terça-feira. Segundo o ESPN.com.br apurou com uma fonte da direção do Manchester City, o clube inglês cedeu e aceitou receber só no ano que vem o pagamento da primeira parcela, no valor de 10 milhões de euros. Agora, o City considera "inegociável" o recebimento de garantias bancárias por parte do Corinthians, que pagaria, no total, 40 milhões de euros por Tevez, além de outros 4 milhões de acordo com o desempenho do argentino.

O clube paulista, no entanto, alega que o Manchester City "nunca insistiu" em receber garantias bancárias. "Se eles disserem que o negócio não saiu por isso, é porque não querem vender", comentou uma fonte corintiana. Esta mesma fonte disse que seria "impossível" conseguir as garantias em dois ou três dias.

Na manhã desta terça, os dirigentes do Corinthians deram declarações pessimistas quanto à chegada de Tevez, já que o Manchester City havia pedido o pagamento da primeira parcela de forma imediata. No entanto, o presidente corintiano Andrés Sanchez pressionou, disse que não teria esse dinheiro agora e não contrataria mais o jogador caso o City ficasse irredutível.

Esperava que o clube inglês temesse as consequências de, se não concretizasse a venda de Tevez agora, ficar no grupo com um jogador insatisfeito e sem mercado (devido aos altos valores e a crise na Europa). O Manchester City sabe que o jogador quer sair e que dificilmente conseguirá, entre os clubes europeus, arrecadar os 50 milhões de euros pretendidos inicialmente.

Resumindo: o City já aceitou a ideia de ficar sem Tevez, aceitou o valor e os prazos. Apenas quer garantias que confirmem o recebimento do total de 40 (ou 44) milhões de euros.

O Corinthians ganharia tempo para pagar a primeira parte da compra, o que acontecerá em maio de 2012, quando receber o dinheiro da Rede Globo pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro do ano que vem. Mas o clube afirma que não conseguirá as tais garantias bancárias antes do fechamento da janela para a inscrição de jogadores, o que acontecerá amanhã.

O Corinthians diz também que já tem tudo certo com Carlos Tevez, mas que uma suposta dívida de 7 milhões de euros do clube com o jogador, que o City exige que seja ignorada por Tevez, seria mais um empecilho para o negócio. A novela continua. Até amanhã. ESPN

Mas

Inter de Milão pode oferecer Sneijder para contratar Tevez


Sneijder pode ser oferecido ao Manchester City em troca por Carlitos Tevez

O Corinthians ganhou um forte adversário na disputa pelo atacante Tevez, atualmente no Manchester City. De acordo com o jornal inglês Daily Mail, a Inter de Milão estaria disposta a oferecer o holandês Wesley Sneijder numa troca pelo jogador argentino.
O Manchester City estaria pronto para efetuar a troca, uma vez que o Corinthians tem até esta quarta, último dia da janela de transferência internacional, para trazer Carlitos.
Meia holandês festeja golaço sobre o Bayern, que recolocou a Inter de Milão na partida. Foto: AFPMancini chegou a anunciar durante a pré-temporada que o City faz nos Estados Unidos que o clube tinha acordado a transação com o Corinthians por Tevez, declaração que foi rapidamente negada pelo clube paulista, o que deixa a porta aberta para os italianos, dispostos a arcar com as 200 mil libras (cerca de R$ 500 mil) semanais de salário do argentino.
Contudo, a negociação entre o City e os italianos pode ser atravessada pelo outro clube da cidade inglesa. O Manchester United teria Sneijder no topo de sua lista de interesse para a próxima temporada do futebol europeu.TERRA









COMPARTILHAR:

+1

Tevez. Será que vai rolar?

Depois de divulgar um artigo em que chamou o Corinthians de um clube pequeno, a rede americana CNN divulgou outro texto para explicar por que escreveu tal comentário.



Assinado novamente por Fareed Zakaria, o novo artigo afirma que foram enviados milhares de e-mails por torcedores enfurecidos com o uso do termo "pequeno" para descrever o Corinthians.

Ele justifica que, apesar do time ter uma grande torcida, o clube não possui a força econômica dos grandes clubes europeus. Mas que isso está sendo mudado, pois a equipe fechou patrocínios e aumentou o seu poderio financeiro.

No fim do artigo, o Corinthians ganha mais elogios. Diz que o clube é grande, com mais de cem anos de história, e envia votos de sucesso ao time.

No artigo que gerou a polêmica, Zakaria questionou se há um perigo de a economia brasileira superaquecer. Em dado momento, citou o interesse do Corinthians em contratar o atacante argentino Carlitos Tevez, do Manchester City, da Inglaterra, por aproximadamente R$ 90 milhões.

"Você se surpreenderia em saber quem está tentando contratar Tevez. Não são xeques ou oligarcas, mas um pequeno clube de São Paulo --Corinthians. Eles estão oferecendo U$ 55 milhões para comprar um astro do futebol. E isso é apenas a taxa para a transferência", dizia. Nesta terça, porém, o termo "pequeno" foi retirado do ar antes mesmo do novo artigo de Zakaria. Folha


A novela envolvendo Corinthians, Manchester City e Carlos Tevez ganhou mais um capítulo na noite desta terça-feira. Segundo o ESPN.com.br apurou com uma fonte da direção do Manchester City, o clube inglês cedeu e aceitou receber só no ano que vem o pagamento da primeira parcela, no valor de 10 milhões de euros. Agora, o City considera "inegociável" o recebimento de garantias bancárias por parte do Corinthians, que pagaria, no total, 40 milhões de euros por Tevez, além de outros 4 milhões de acordo com o desempenho do argentino.

O clube paulista, no entanto, alega que o Manchester City "nunca insistiu" em receber garantias bancárias. "Se eles disserem que o negócio não saiu por isso, é porque não querem vender", comentou uma fonte corintiana. Esta mesma fonte disse que seria "impossível" conseguir as garantias em dois ou três dias.

Na manhã desta terça, os dirigentes do Corinthians deram declarações pessimistas quanto à chegada de Tevez, já que o Manchester City havia pedido o pagamento da primeira parcela de forma imediata. No entanto, o presidente corintiano Andrés Sanchez pressionou, disse que não teria esse dinheiro agora e não contrataria mais o jogador caso o City ficasse irredutível.

Esperava que o clube inglês temesse as consequências de, se não concretizasse a venda de Tevez agora, ficar no grupo com um jogador insatisfeito e sem mercado (devido aos altos valores e a crise na Europa). O Manchester City sabe que o jogador quer sair e que dificilmente conseguirá, entre os clubes europeus, arrecadar os 50 milhões de euros pretendidos inicialmente.

Resumindo: o City já aceitou a ideia de ficar sem Tevez, aceitou o valor e os prazos. Apenas quer garantias que confirmem o recebimento do total de 40 (ou 44) milhões de euros.

O Corinthians ganharia tempo para pagar a primeira parte da compra, o que acontecerá em maio de 2012, quando receber o dinheiro da Rede Globo pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro do ano que vem. Mas o clube afirma que não conseguirá as tais garantias bancárias antes do fechamento da janela para a inscrição de jogadores, o que acontecerá amanhã.

O Corinthians diz também que já tem tudo certo com Carlos Tevez, mas que uma suposta dívida de 7 milhões de euros do clube com o jogador, que o City exige que seja ignorada por Tevez, seria mais um empecilho para o negócio. A novela continua. Até amanhã. ESPN

Mas

Inter de Milão pode oferecer Sneijder para contratar Tevez


Sneijder pode ser oferecido ao Manchester City em troca por Carlitos Tevez

O Corinthians ganhou um forte adversário na disputa pelo atacante Tevez, atualmente no Manchester City. De acordo com o jornal inglês Daily Mail, a Inter de Milão estaria disposta a oferecer o holandês Wesley Sneijder numa troca pelo jogador argentino.
O Manchester City estaria pronto para efetuar a troca, uma vez que o Corinthians tem até esta quarta, último dia da janela de transferência internacional, para trazer Carlitos.
Meia holandês festeja golaço sobre o Bayern, que recolocou a Inter de Milão na partida. Foto: AFPMancini chegou a anunciar durante a pré-temporada que o City faz nos Estados Unidos que o clube tinha acordado a transação com o Corinthians por Tevez, declaração que foi rapidamente negada pelo clube paulista, o que deixa a porta aberta para os italianos, dispostos a arcar com as 200 mil libras (cerca de R$ 500 mil) semanais de salário do argentino.
Contudo, a negociação entre o City e os italianos pode ser atravessada pelo outro clube da cidade inglesa. O Manchester United teria Sneijder no topo de sua lista de interesse para a próxima temporada do futebol europeu.TERRA