Imóvel

o velho tinha um desafio pela frente. andar dez passos até o portão de sua casa. parece fácil , para você que deve ter a pernas fortes e a juventude aflorada como a primavera. mas não para nosso herói, que já é idoso e esta cansado de tanto viver. algumas veses, isso a muito tempo, pensou em desistir de realizar tal façanha.
- esse mundo é muito cruel - pensava o velho aos seus 35 anos de idade. hoje ele pensa - como eu fui cruel com o mundo.
Primeiro passo. Lembrou dos seus 16 anos quando beijara pela primeira vez uma garota. Um vestido de bolinhas. Um cabelo bem penteado. Escondia que ela não era tão bela assim. Como ele dissera a todos no colégio.
Segundo passo. Lembrou da bronca que tomara do Dr. Peçanha - você não passa de um moleque vagabundo! - Um ano depois Dr. Peçanha dava um cargo e um salário melhor a nosso herói. Ninguém esperava.
Terceiro passo. a garota que não vestia mais vestidos de bolinha. dissera - minhas regras atrasaram - o que é isso?- perguntou com a maior cara de espanto.
Quarto passo. Sua mulher morrera no parto, levando seu filho. Um choque. Sua vida havia acabado. Não acreditava mais em nada,não acreditava mais no bem, nem acreditava na vida , não acreditara mais em Deus. Passou a vida como se fosse um maquina, apenas trabalhando e pagando dividas, trabalhando e juntando dinheiro, trabalhando e votando para vereador, trabalhando e acompanhando o jogo na TV, trabalhando e voltando para casa de ónibus lotado, trabalhando e votando par casa num carro velho em meio ao transito, trabalhando e voltando para casa. Se sua vida fosse resumida em passos.
Décimo passo. O coração já não aguenta mais. As pernas fraquejam. Um homem se aproxima. Tarde demais. Ele já esta no chão. Imóvel.
COMPARTILHAR:

+1

Imóvel

o velho tinha um desafio pela frente. andar dez passos até o portão de sua casa. parece fácil , para você que deve ter a pernas fortes e a juventude aflorada como a primavera. mas não para nosso herói, que já é idoso e esta cansado de tanto viver. algumas veses, isso a muito tempo, pensou em desistir de realizar tal façanha.
- esse mundo é muito cruel - pensava o velho aos seus 35 anos de idade. hoje ele pensa - como eu fui cruel com o mundo.
Primeiro passo. Lembrou dos seus 16 anos quando beijara pela primeira vez uma garota. Um vestido de bolinhas. Um cabelo bem penteado. Escondia que ela não era tão bela assim. Como ele dissera a todos no colégio.
Segundo passo. Lembrou da bronca que tomara do Dr. Peçanha - você não passa de um moleque vagabundo! - Um ano depois Dr. Peçanha dava um cargo e um salário melhor a nosso herói. Ninguém esperava.
Terceiro passo. a garota que não vestia mais vestidos de bolinha. dissera - minhas regras atrasaram - o que é isso?- perguntou com a maior cara de espanto.
Quarto passo. Sua mulher morrera no parto, levando seu filho. Um choque. Sua vida havia acabado. Não acreditava mais em nada,não acreditava mais no bem, nem acreditava na vida , não acreditara mais em Deus. Passou a vida como se fosse um maquina, apenas trabalhando e pagando dividas, trabalhando e juntando dinheiro, trabalhando e votando para vereador, trabalhando e acompanhando o jogo na TV, trabalhando e voltando para casa de ónibus lotado, trabalhando e votando par casa num carro velho em meio ao transito, trabalhando e voltando para casa. Se sua vida fosse resumida em passos.
Décimo passo. O coração já não aguenta mais. As pernas fraquejam. Um homem se aproxima. Tarde demais. Ele já esta no chão. Imóvel.