Postagens Recentes

Proxima Pagina →
Profissionais deístas III

Profissionais deístas III

Porque o medo do termos de outras religiões, será mesmo que Jesus não iria te proteger caso Satã fosse se aposaar da sua alma?
Absenteísmo

Absenteísmo

"Cumprir horário é a coisa mais imbecil que possa existir, num mundo com tanta tecnologia, com tantos meios de comunicação diferentes,...
"Gosta d Bolo?"

"Gosta d Bolo?"

De súbito fiquei surpreso Não sabia como responder Não sabia como esconder As evidencias do meu desejo.  Mas você não racionalizo...
Lideres

Lideres

Conheci líderes que mantém suas portas abertas, não existe outro tipo de líder.
BACKWARD | A Cigana

BACKWARD | A Cigana

CENA I A CIGANA (ESTERIOTIPO DE CIGANA) PERSONAGENS A CIGANA O HOMEM A cigana parou o e lhe disse:] A CIGANA - Nã...
Quando vejo você chorar

Quando vejo você chorar

Fico sem saber Onde colocar minhas mãos Quando vejo você chorar. Percebo Deus se importar Com a miséria dia outros. E é quando você se ...

Profissionais deístas III

Porque o medo do termos de outras religiões, será mesmo que Jesus não iria te proteger caso Satã fosse se aposaar da sua alma?

Absenteísmo

"Cumprir horário é a coisa mais imbecil que possa existir, num mundo com tanta tecnologia, com tantos meios de comunicação diferentes, a produtividade não pode ser medida pelo relógio. "
Tom Geri Geri.

"Gosta d Bolo?"

De súbito fiquei surpreso
Não sabia como responder
Não sabia como esconder
As evidencias do meu desejo.

 Mas você não racionalizou ao perguntar;
-“Gosta de Bolo?”
Porém, tremi ao responder
E não respondi que gostava
Dos bonitos e doces
Tão doces e bonitos

Que não sentia digno de provar.

01 de Agosto de 2016

Lideres

Conheci líderes que mantém suas portas abertas, não existe outro tipo de líder.

Modéstia

Se eu conseguir desenvolver algum trabalho nesse inferno o mérito é todo meu.


BACKWARD | A Cigana

CENA I

A CIGANA (ESTERIOTIPO DE CIGANA)

PERSONAGENS
A CIGANA
O HOMEM

A cigana parou o e lhe disse:]

A CIGANA - Não viverás muito

O HOMEM - Deixe disso velha

A CIGANA - Confie em mim – disse a velha, que agora é velha porque o homem disse que é velha, mas você até agora não viu a cigana, então contente-se com que o homem diz. 

O HOMEM - Sai fora velha!

A CIGANA - Não terás muito tempo

O HOMEM - Cala boca velha

A cigana o segurou pelo braço

A CIGANA - Não, não vá. ( 0 homem não estava indo a lugar algum, apenas esperava a deixa da velha, no fundo todos sabemos que somos personagens esperando a deixa.)


O HOMEM - Solta-me

A CIGANA - É preciso que você saiba...

O HOMEM - O que? ( A curiosidade matou o gato, infarte mas não se deixe levar pela curiosidade.)

A CIGANA - Morreras em breve

O HOMEM - Que vai morrer é a senhora se não me soltar (Atenção a Lei Maria da Penha, lei Nº 11.340, de 7 de agosto de 2006 que cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do § 8o do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher, também dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulhe, altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal e dá outras providências como por exemplo te fazer lembrar que não deve tratar nenhuma mulher como o homem acima.)

A CIGANA - Solto-te, mas não vá embora.

O HOMEM - Tchau velha

Deu dois passos e caiu morto, infarto. A velha se aproximou pegou sua carteira tirou os trocados que continham e foi embora.

Meu semblante

Este é
meu semblante
quando pedalo.

Quando pedalo,
este é
Meu semblante?


Desequilibrados

A gente quer receber do outro,
mais amor do que tem para oferecer,
como se o encontro fosse uma balança comercial.

Mal sabemos que os amores inesquecíveis
São aqueles que nos deixam desequilibrados.


Desequilibrados II

As vezes temos desejo pelo acorrentamento,
como se procurassemos no amor um jeito de sofrer.
E se não conseguimos marcar a ferro o coração,
Se não conseguimos legalizar o desejo,
Fingimos que nossa alma é uma sociedade anônima e ao mesmo tempo limitada.


Dias frios

Dias frios como esses
São bons para abraços,
Apertados,
Sinceros,
Carinhosos,
Prolongados.
Daqueles que emocionam.

Quando vejo você chorar

Fico sem saber
Onde colocar minhas mãos
Quando vejo você chorar.
Percebo Deus se importar
Com a miséria dia outros.

E é quando você se importa
Com a miséria alheia
Deus se mostra em seu explendor
Escorre com suas lágrimas,
Com vergonha escondo minhas mãos

Minhas mãos de ladrão
Não sabem pra onde fugir
Temem se molhadas
Por gotas que parecem suor

São suas lágrimas
Que descem dos seus olhos
Por onde Deus vê
A miséria que não é nossa.

BACKWARD: É TUDO MENTIRA


 É tudo mentira.
Não é só a cabecinha.
 Dinheiro compraria felicidade
 ( se fosse algo vendável)
Traria...
( Se fosse algo palpável)

 É tudo mentira o que dizem sobre a direita,
 lembrado que lá só tem mentirosos.
 É mentira, nossa heterossexualidade.

 A cristandade nos fez mestres mentirosos.
 Mentir se tornou a moeda de troca, para a honestidade.
 A honestidade virou virtude, consequentemente fraqueza.

 Ninguém quer seu bem, nem mesmo seus pais
Você não tem amigos, é uma associação sem fins lucrativos, é isso é mentira também.

 Deus não é amor
É tudo mentira

Mennos Dramma

Mennos Dramma

Pode até parecer dramma
Insannidade de quem amma.
Escrever e dar sentido ao que se sente
No passado me definnia e era famma.

Se te ofendes meu convite para lamma,
Se te macula e te é sinônimmo de camma,
Saiba que estes valores não forma
gente.
E não são issos e aquilos que te faz Damma.

Se um dia poder te levar ao Samba,
E lá eu te mostrar que meu ammor canta,
Peço que use o coração no lugar de lente

E que mennos insanno seja o gesto de que se amma
E que seja menos tédio o finnal de semanna.
E a insistente saudade se te parece mennos dramma.

15/08/2016

1° Mostra de Cultura Popular na Cidade Tiradentes



" O Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes (CFCCT), realiza dia 26 de junho a “1° Mostra de Cultura Popular – Zona Leste: entre batuques, fogueiras e memórias. A programação pretende evidenciar a cultura popular em suas mais variadas formas. A atividade é gratuita."

Divulgação





Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes
http://cfccidadetiradentes.wix.com/cfcct
Rua Inácio Monteiro, 6.900 Jardim São Paulo (Zona Leste) São Paulo 1125552840
Dom 26/06 das 10:00 às 18:00

https://catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/centro-de-formacao-cultural-cidade-tiradentes-realiza-1-mostra-de-cultura-popular/

Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental



SERVIÇO
Trashed - Para Onde Vai o Nosso Lixo?
Trashed - No Place for Waste

 REINO UNIDO, 2012, 97'

Trashed – Para Onde Vai o Nosso Lixo? olha para os riscos causados pelo lixo para a cadeia alimentar e o meio ambiente através da poluição do nosso ar, terra e mar. O filme revela fatos surpreendentes sobre os perigos reais e imediatos para a nossa saúde. É uma conversa global, da Islândia à Indonésia, entre o astro de cinema Jeremy Irons e cientistas, políticos e pessoas comuns, cuja saúde e meios de subsistência foram fundamentalmente afetados pela poluição de resíduos.

TERÇA, 14 de Junho. 19h
Viaduto Jacareí, 100
 Palácio Anchieta

Tom Coyot. Tecnologia do Blogger.